segunda-feira, 15 de março de 2010

Abstêmio...

segunda-feira, 15 de março de 2010

Agora a noite bateu a crise de abstinência...Mesmo cansado, exausto depois do dia de hoje, tive vontade de entrar no ar; de falar, conversar com gente que mora longe, que não me conhece, não me vê, mas que atentamente me ouve...

Nos últimos dias tenho sentido uma vontade imensa de falar, bater papo, dar conselhos, entrar nas casas e nas vidas de gente que me ouve, ama, acompanha; sem sequer saber quem eu sou, sem me ver, tocar, aferir meu defeitos, fraquezas, vícios, virtudes, vontades.

Hoje como nunca estou sentindo falta do estúdio, da solidão e do frio do meu canto, que ao tempo em que era só meu, também pertencia ao mundo inteiro. Hoje tô sentindo saudade da ida e da volta pra casa em plena madrugada, da proximidade e da intimidade daquelas(es) que eu nunca vi, mas que de alguma forma sentiam a necessidade de me ter por perto, dos amigos que eu amava incondicionalmente sem nunca ter tocado, visto.

Nasci pra isso, nasci pra comunicar, falar, fazer companhia, ser ouvido, amar e ser amado, compartilhar. Impuseram-me as circunstancias a necessidade de abraçar outra carreira, trabalhar noutro segmento, como disse, estritamente por força das circusntancias; mas sem dúvida nasci e morrerei Radialista, ainda que o meio Rádio e as circunstancias peculiares do meu "trabalho", por vezes me mantenham tão distante dele.

Sim, hoje a saudade bateu com força, e o sentimento de perda também.

3 comentários:

Lápis e Papel

Vc não é um perdedor! è um vitorioso... Creia nisso!

Por que você faz poema?

A saudade e a perda sempre batem com ferocidade.

Kamila Rodrigues

ahh gostei dakii
to seguindo lindo
obrigado por me seguir tbm hehe
bjim

 
◄Design by Pocket, BlogBulk Blogger Templates