quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Pausa pro café

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

SP define protocolo para atendimento de travestis

Publicado em 28.01.2010, às 11h08 no JC on line

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo definiu o primeiro protocolo para o atendimento de travestis do País. O documento inclui a orientação e definições de dosagens em relação ao uso de hormônios, acompanhamento e tratamento das complicações decorrentes do uso de silicone industrial, avaliações urológicas e proctológicas, entre outros procedimentos.

Tecla SAP: Até aí tudo bem né... Afinal se o cara se dispõem a prostituir-se travestido de mulher usando silicone industrial, subentende-se que além de gay é miserável, e que logo precisará (infelizmente)da ajuda do sistema de saúde público, especificamente no momento em que começar a morrer, seja por infecção, por Aids, ou ambos.


O Ambulatório de Saúde Integral para Travestis e Transexuais do Centro de Referência e Treinamento DST/Aids também incluiu no protocolo o acompanhamento fonoaudiológico aos usuários, para adequação e treino vocal.

Tecla Sap: Aí não!!!!!!!!! Disponibilizar Fono pra ensinar o Travesti a falar como mulher, e de forma irreparável????? Isso é capacitação para o trabalho não????


Além disso, o documento garante ainda avaliações para a realização de procedimentos estéticos-reparadores (cirurgia plástica) - necessários para a melhor adequação da identidade de gênero - e a colocação de próteses e procedimentos terapêuticos, para reparar danos provocados pela colocação de silicone industrial.

Tecla SAP: "Plástica para melhor adequação da identidade de genêro"???? Volto a perguntar: Isso é medicina estética não??? Estamos falando de saúde, de ambulatório, ou de um "Senac gay" bancado pelo dinheiro público???


“Com o protocolo, damos mais um passo fundamental para garantir o atendimento humanizado e com as melhores práticas assistenciais possíveis para esse grupo social”, afirma Maria Clara Gianna, coordenadora do Programa Estadual DST/Aids-SP.

Tecla SAP: "As melhores práticas assistenciais possíveis" Inclui limpeza de pele? Mesoterapia? Cabeleireiro??? A coordenadora dever gay tb, no mínimo de olho em algum prêmio da ONU, ou numa viagem pro exterior, pra algum desses congressos de DIreitos humanos, Doida pra se dar bem, e arrumar uma "namorada na Suécia" Paciência viu!!!!!!!


Resumo da òpera: Mais uma vez a mania hipócrita de querermos entrar a pulso no rol das nações adultas. Seja banalizando o ensino superior com vestibulares agendados, e concessões ilimitadas para abertura de faculdades de fundo de quintal; enviando soldados despreparados para missões de Paz da ONU a um custo exorbitante, enquanto os militares aqui no país, largam antes do meio dia por falta de comida nos quartéis; reconhecendo o "parceiro gay" como dependente do servidor público(isso em alguns luagres, ainda...) quando a previdência social está quebrada; e agora oferecendo serviços estéticos a travestis, enquanto a saúde pública agoniza e o povão espera meses por uma consulta e muitas vezes morre antes do dia da cirurgia.

Medicina preventiva e emergencial, são bem diferentes de treinamento vocal, adequação de caracteristicas para melhor adequação ao gênero(leia-se procedimentos estéticos), ou implantes de silicone; nada contra os caras, prostituam-se e vendam seus corpos como quiserem, mas dar um up-grade numa bunda, treinar a voz, ou implantar uma prótese de silicone, son o pretexto de cuidar da saúde e consequentemente melhorar os negócios do traveco, me desculpem. Se não é hipocrisia típica de ano eleitoral, é pelo menos um desatino, e uma afronta ao contribuinte.

Me convenço mais e mais a cada dia, que o poder embriaga, e faz de quebra os mandatários também acharem que nós é que estamos bêbados!!!!! Pior é que se alguém se manifestar contra, organizar um manifesto, falar publicamente na mídia, será chamado de homofóbico, preconceituoso, enfim, alguma ONG gay certamente lhe processará, sob o pretexto de que vivemos num país livre e sem censura né??? No que concordo, claro, desde que esse argumento não justifique o implante com "nosso dinheiro" de um par de próteses de Silicone numa bunda ou peito de algum Traveco.

Me acordem!


Notícia na íntegra e sem tecla SAP:

http://jc.uol.com.br/canal/cotidiano/nacional/noticia/2010/01/28/sp-define-protocolo-para-atendimento-de-travestis-212340.php


2 comentários:

Pedro Tinôco

Achei arretada a tecla SAP. E o comentário também. Quem quiser dar a bunda dê. Mas assuma as consequencias de seus atos!!!! E é como vc diz, se a gente falar nisso as bixas querem matar a gente!!! kkkkkk
PS. Não tenho nada contra por quem fez essa "opção", afinal cada um dá o que tem. kkkkkk Ou o que quer!!!!

Antônio

O senso comum é uma merda!

 
◄Design by Pocket, BlogBulk Blogger Templates