terça-feira, 24 de novembro de 2009

Nem lá, nem cá...

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Odeio cobranças, mas via de regra retribuo as manifestações de carinho que recebo; sejam emails, recados via Orkut, comentários no blog. E não por me sentir obrigado ou intimado a reagir diante de algum estímulo que me fazem, mas principalmente pela necessidade que tenho de formalizar e por conseguinte, manifestar publicamente o carinho e respeito que alimento por quem me cativa.

Como disse, não me sinto obrigado a nada, seja a gostar de alguém ou gritar aos quatro cantos que a adoro; mas garanto que muito rapidamente consigo desenvolver um sentimento de antipatia por quem não respeita limites, os meus limites, arvora para si o direito de acreditar que domina o meu tutorial, ou a quem simplesmente negligencia meu carinho, e me dispensa comentários ou mensagens esporádicas de "respeito, consideração, saudade"...

Quem me conhece sabe que é assim; sabe como funciono, e não ousa contrariar meu principios, vicios, loucuras, desatinos; quando entendem isso me conquistam, me atraem, me ganham por inteiro. Como diz a máxima: "Nem oito, nem oitenta..."

2 comentários:

Priscila Rôde

Não gosto de cobranças e sinto um prazer em não realizá - las! rs

Um beijo.

Izabella

Amo vc por ser assim: NEM OITO, NEM OITENTA...

 
◄Design by Pocket, BlogBulk Blogger Templates